A UTILIZAÇÃO DA TERAPIA DA REGRESSÃO COMO COMPLEMENTO E APROFUNDAMENTO ÀS TEORIAS PSICOLÓGICAS EXISTENTES

por Herminia Prado Godoy

Jornal da ABEPTVP - Ano I - nº1 - Junho/97

A Terapia da Regressão nos trouxe uma nova forma de compreensão e entendimento do ser humano que não se incompatibiliza com as demais Teorias Psicológicas existentes. Nos fornece um grande arcabouço de técnicas regressivas que podem ser usadas de forma isolada, como complemento, ou como aprofundamento às técnicas utilizadas pela Teoria Psicológica da Gestalt, Teoria Comportamental, Bioenergética, Psicanálise, Análise Transacional, Psicodrama, dentre outras.

A TERAPIA DA REGRESSÃO não se opõe às Teorias Psicológicas existentes, vem acrescentar e aprofundar cada uma delas. Cito, por exemplo, a Análise Transacional, que acredita que o ser humano em idade precoce (conforme Eric Berme, até os sete anos), com base no vivenciado, toma decisões que formam o seu script de vida (plano de vida que irá seguir até a sua morte). No tratamento, o terapeuta localiza as decisões de script de vida. A TERAPIA DA REGRESSÃO vem acrescentar à Análise Transacional, técnicas que localizam as decisões em momentos anteriores ao nascimento; as decisões podem estar no nascimento, gestação, concepção, ou em outras vidas.

A hipótese de reencarnação, que é utilizada pela TERAPIA DA REGRESSÃO, dá novas alternativas para a compreensão do mecanismo psicológico e entendimento para as patologias apresentadas pelos seres humanos. Explica que desafetos entre familiares podem ter sua origem em desafetos que ocorreram em outra vida, e que hoje repercutem no presente; que uma pessoa que está ouvindo vozes, percebendo seres em sua volta que outros não vêem, podem estar tendo uma percepção de um mundo extra-físico e não simplesmente estão "delirando", "sonhando" ou "imaginando".

Este trabalho tem como objetivo informar sobre o significado da TERAPIA DA REGRESSÃO, seus autores mais expoentes, e sugere, ao final, indicações do uso da TERAPIA DA REGRESSÃO, pelo terapeuta que trabalha com outras abordagens psicológicas.

INFORMAÇÕES GERAIS

TERAPIA DA REGRESSÃO é uma terapia desenvolvida  para tratar os problemas de ordem psíquica. Os seus princípios estão embasados nos Modelos Teóricos: Regressivo, Reencarnacionista, Conscienciologia, Subpersonalidade e Terapia Energética. Entende que o ser humano é um ser físico e, ao mesmo tempo, um ser extra-físico. Desenvolveu técnicas, chamadas regressivas, que atingem esta parte extra-física dos seres, através do trabalho voltado para o subconsciente e inconsciente do indivíduo, com a participação consciente destes. Pode-se falar aqui de estarmos colaborando para a construção da Psicologia Espiritual, nome não adequado, pois não consideramos somente a parte espiritual do ser humano. O que fazemos é acrescentar aos estudos já existentes, técnicas que trabalham com o lado espiritual que todo ser humano possui.

Os autores pioneiros deste trabalho são Morris Netherton e Hans Wolfgang Ten Dam . Morris Netherton sistematizou a TERAPIA DA REGRESSÃO e nos fornece o que chamamos de técnica clássica de TERAPIA DA REGRESSÃO. Hans TenDam desenvolveu a metodologia, diagnóstico psicopatológico e técnicas de tratamento da TERAPIA DA REGRESSÃO. Roger Woolger vem desenvolvendo um brilhante trabalho na TERAPIA DA REGRESSÃO, que é fornecer a ela uma linguagem psicológica. Informações especificas sobre o trabalho destes autores podem ser encontradas nas leituras dos livros: Terapia de Vida Passada (Morris Netherton, Ed. Summus, 1997); Panorama Sobre a Reencarnação: Uma Investigação Recente e sua Relação com a TERAPIA DA REGRESSÃO (Hans TenDam, Ed. Summus, 1993); "Deep Healing" (Hans TenDam, no prelo, pela Ed. Summus) e "As Várias Vidas da Alma" (Roger Woolger, Ed. Cultrix, 1995).

INDICAÇÕES

O conhecimento da teoria da TERAPIA DA REGRESSÃO  pode ajudar o terapeuta que adota uma abordagem convencional a ampliar sua compreensão dos problemas apresentados pelo seu cliente. É o caso do psicanalista que está diante de um caso de rivalidade entre irmãos. Com a teoria da TERAPIA DA REGRESSÃO, ele pode contar com a hipótese de que esta rivalidade apresentada pelos irmãos podem ter sido originadas num conflito existente em outra vida, que repercute na presente vida. Pode, também, facilitar a aplicação das técnicas convencionais. Por exemplo, temos a técnica "Dizer Adeus", desenvolvida pela Gestalt, que visa trabalhar algum negócio inacabado. Se o terapeuta que está aplicando esta técnica possuir informações sobre a teoria da TERAPIA DA REGRESSÃO, poderá contar com a hipótese de que o cliente realmente não acabou algum negócio com alguém, e que este alguém pode estar "preso" a este cliente. Pode-se ter aqui um caso de PI (Personalidade Intrusa), ou mesmo que PS (Personalidade Subconsciente). O mesmo se aplica à técnica "Cadeira Vazia", desenvolvida pela Gestalt e também utilizada pela Análise Transacional, que tem a função de eliminar as influências das figuras introjetadas no indivíduo.

As técnicas desenvolvidas pela TERAPIA DA REGRESSÃO podem ser utilizadas pelo terapeuta que usa outra abordagem terapêutica quando este:

- se deparar com bloqueios, barreiras ou resistências do cliente. Por exemplo, o cliente que diz "entendo o meu medo por cachorros, mas continuo a não conseguir deixar de tê-lo", após o terapeuta ter utilizado de todo seu conhecimento e recursos para eliminar essa fobia, pode estar precisando que o terapeuta "limpe" o trauma em sua origem, que pode estar em uma outra vida. O trauma, principalmente o ligado a fobias, só é curado quando o terapeuta chega à sua origem.

- estiver perante um cliente que sempre apresenta cansaço, desanimo, coloca-se como vitima até de doenças de forma crônica. O terapeuta poderá estar diante de um caso de Hangover e, neste caso, o cliente só se libertará de seu "cansaço crônico", quando for colocado diante da primeira vez em que teve a opção de exibir um outro comportamento e optou pelo cansaço ou ser vitima. A opção de outra alternativa sempre existe, mesmo que seja no nível intelectual. É o caso de uma mulher que foi presa e morta na Revolução Francesa, tendo decidido que "meus pensamentos não são bons. Não posso expressá-los senão morro". Hoje, sente-se oprimida, não se coloca e assume um papel de mártir, sempre agradando aos outros, sempre cedendo e nunca se permitindo ter direitos. O tratamento consiste em levá-la para aquele momento onde poderia ter a opção de concluir que seus pensamentos eram bons e que as pessoas daquela época é que não tinham condições de reconhecê-los, que as pessoas hoje estão mais prontas para compreendê-la.

- receber um cliente que, apesar de ter sido tratado psicologicamente e fisicamente, ainda apresenta um determinado sintoma físico, sentimento, imaginação ou pensamento persistente. O terapeuta pode estar diante de um trauma simples ou complexo, por exemplo: uma dor nas costas não curada clinicamente, pode ser a repercussão de uma morte onde a pessoa teve um ferimento nas costas. A revivência do trauma para que haja a cartase física, emocional e intelectual é importante, bem como o procedimento de "aura análise", a fim de que sejam dissolvidas as energias que ficaram impregnadas no corpo extra-físico da pessoa.

- estiver diante de um cliente que diz ver, ouvir e conversar com pessoas mortas. Pode não se tratar de um caso de psicose e, sim, do cliente ser uma pessoa que usa com amplitude o canal da percepção.

CONCLUSÃO

Estas são algumas das indicações do uso da TERAPIA DA REGRESSÃO e algumas formas de como pode ser o comportamento do trabalho com outras abordagens terapêuticas. Não foram esgotadas neste artigo todas as possibilidades. Mesmo que quisesse, não poderia fazer este trabalho, uma vez que a TERAPIA DA REGRESSÃO nasceu do conjunto de todas as Teorias Psicológicas e ainda continua a escrever sua história. A TERAPIA DA REGRESSÃO não está finalizada. Ainda está sendo escrita. Conta com terapeutas das mais diversas linhas, que têm buscado demonstrar empiricamente que a TERAPIA DA REGRESSÃO complementa e amplia a bagagem tradicionalmente adotada por eles. TERAPIA DA REGRESSÃO resume, engloba e integra as diversas abordagens psicológicas do ser, fornecendo uma nova visão para a Psicologia. Seria muito bom se contássemos com mais terapeutas, dispostos a dispender seu tempo, trazendo à TERAPIA DA REGRESSÃO seus conhecimentos psicológicos visando a escrevê-la.

BIBLIOGRAFIA:


VOLTAR


HOME