TERAPIA REGRESSIVA

por Edison Flávio Martins

Edison Flavio Martins

O QUE É HIPNOTERAPIA REGRESSIVA

A TERAPIA DE VIDAS PASSADAS, atualmente está sendo chamada de HIPNOTERAPIA REGRESSIVA (HR) porque considera-se que nem sempre o problema está em uma vida passada. Pode ser também originado da vida atual.

A HIPNOTERAPIA REGRESSIVA basicamente é semelhante a outros tipos de abordagens psicoterápicas. Ela não nega o valor de qualquer outro tipo de terapia porque até mesmo, utiliza-se de todas as técnicas para atingir o objetivo de cura.

A HR, usa técnicas que facilitam o acesso ao inconsciente da pessoa, fazendo-o lembrar-se de fatos muito recalcados em sua memória. Outras terapias também se utilizam dessas técnicas, porém, restringem-se aos acontecimentos da vida atual. A TR não se limita a vida atual. Vai buscar o fato gerador do problema onde quer que ele esteja, nessa ou em outra vida.

Na HIPNOTERAPIA REGRESSIVA, o paciente não regride ao passado. Apenas torna-se consciente do que está ocorrendo em sua vida neste momento, através de técnicas que facilitam o acesso às lembranças em seu inconsciente. Portanto não é o paciente que regride mas apenas sua memória. Não há qualquer perigo de ficar preso ao passado, já que ele continua no aqui e agora do consultório.

A HR, considera que "o homem é um ser físico e espiritual, que evolui para a perfeição através do tempo e espaço de forma gradativa." Cada vivência representa uma etapa a ser conquistada.

Segundo Hans TenDam, holandês, terapeuta de regressão da atualidade, "cada problema não resolvido em uma vida passada, repercute causando problemas na vida consecutiva." (Teoria da Repercussão Cármica de Hans TenDam.)


Livro do Dr. Edison Falvio Martins

EDIÇÃO ESGOTADA

O LIVRO "ABRINDO AS JANELAS DO TEMPO - Através da Terapia da Regressão" de minha autoria, está esgotado mas logo será reeditado. Aguarde que logo estará disponível nas livrarias. Veja o RESUMO de meus livros.

HIPÓTESE DE TRABALHO

A HR trabalha com a hipótese da reencarnação e esta é a fonte maior das críticas feitas a ela. Alega-se que a reencarnação não foi provada cientificamente. Esta não é uma alegação justa já que os conceitos básicos desenvolvidos pela Psicologia, também não foram provados cientificamente. O conceito de "Id" por exemplo, elaborado por Freud, nunca foi provado cientificamente e é erroneamente chamado de científico.

Trabalha-se com a hipótese de reencarnação por ser a que explica melhor os fatos que se apuram nas sessões de TR. Existem outras explicações para as recordações de vidas passadas:

  1. FRAUDE - Como método para apurar se o paciente está fraudando (inventando) uma vida passada, o terapeuta pede a ele que percorra ao acaso vários episódios de vidas anteriores para ver se encontra contradições.

  2. FANTASIA - O indivíduo pode estar tendo uma fantasia muito vívida e ele mesmo estar acreditando ser uma vida passada. Essa pessoa pode estar fazendo uso de um mecanismo de compensação no intuito de tornar mais interessante suas vidas tediosas e desinteressantes.

  3. SONHO ACORDADO E PSICODRAMA - Sensitivos e pessoas com grande capacidade de visualização são capazes de fantasiar vidas durante relaxamentos e leves transes. Tais visualizações evoluem facilmente para um "sonho acordado" ou um Psicodrama. Diferencia-se de recordações verdadeiras pelo caráter espetacular das vidas recordadas e tem acontecimentos contínuos sem monotonia ou repetição de fatos, faltando um sentimento corporal claro.

  4. FALSA RECORDAÇÃO (Criptomnésia) e Dejà Vu:

Criptomnésia - A pessoa na verdade viu quadros, ouviu ou leu histórias e pensa estar recordando sua própria experiência.

Dejà vu - Súbita sensação de estar em uma experiência igual a anteriormente vivida.

  1. INCONSCIENTE COLETIVO - Não é uma explicação. É apenas uma teoria proposta por Jung.

  1. PERCEPÇÃO EXTRASENSORIAL - Pessoas que através de Telepatia ou Clarividência, experienciam a vida presente de outras pessoas ou mesmo vidas passadas de pessoas já falecidas.

  2. MEMÓRIA GENÉTICA - As lembranças não pertencem a própria pessoa mas são apenas recordações de vidas de seus antepassados, gravadas em seu código genético

  3. INCORPORAÇÃO MEDIÚNICA - Obsessão ou Possessão - É a inspiração ou possessão por almas de pessoas falecidas.

Quaisquer dessas hipóteses poderiam explicar os fenômenos que ocorrem nas chamadas recordações de vidas passadas. Na verdade, o paciente pode aceitar qualquer dessas explicações e o terapeuta não faz tentativas para convencê-lo que a verdadeira é a hipótese reencarnacionista. Na verdade, isto não tem qualquer importância para o sucesso da terapia. Neste ponto, deve-se manter a mente aberta e lembrarmos que, em ciência, quando os fatos contrariam as teorias, ficamos com os fatos. Se a terapia utilizada curar o doente, não importam as explicações.

MUDANÇA DE PLANO

INDICAÇÕES DA TERAPIA REGRESSIVA

A HIPNOTERAPIA REGRESSIVA, quando comparada à Psicoterapia Tradicional tem demonstrado resultados muito rápidos mas, como outros tipos de abordagens tem suas indicações e contra-indicações.

Está indicada em quaisquer distúrbios emocionais ou psicossomáticos, principalmente os de origem obscura em que já se tentou outros tratamentos sem obtenção de cura.

Alguns autores da HIPNOTERAPIA REGRESSIVA descrevem curas aparentemente milagrosas em uma até três sessões (Netherton 1978). Entre as doenças descritas estão: alergias respiratórias graves (asma), dores fantasmas, enxaquecas, depressões sem causas aparentes, fobias, etc.

A indicação da HR pode ser até mesmo, curiosidade pois acredito que se o paciente quer muito saber sobre suas vidas passadas, provavelmente necessita descobrir alguma coisa importante para seu desenvolvimento. É necessário contudo termos em mente que a HR não é uma cura para todos os males.

Como outros tipos de terapia, ela também tem suas limitações. São contra-indicações à HR, moléstias graves descompensadas, como por exemplo, Insuficiência Cardíaca Congestiva, Diabetes Descompensado e psicóticos que já tem uma fraca identificação com seu Ego, como os Esquizofrênicos.

PRECURSORES DA TVP

O acesso à recordações de vidas passadas é muito antigo. Foi praticada desde a origem do homem, principalmente, no homem primitivo cuja primeira religião foi o culto aos antepassados.

As recordações de vidas passadas não tinham caráter terapêutico. Eram apenas um aspecto da religião e consideradas como prova de grande desenvolvimento espiritual. É fato conhecido que as grandes religiões sempre apregoaram suas crenças na reencarnação.

Como terapia, a HR é relativamente recente. Considera-se o americano Morris Netherton como o pai da moderna HR. Foi ele o primeiro a sistematizar o método nos anos 60. Mais ou menos na mesma época, uma americana - Edith Fiore, também sistematizou um método para Terapia de Vidas Passadas e existe a polêmica de qual dos dois é o fundador da moderna HR. Achamos melhor dizer que a HR tem um Pai (Netherton) e uma Mãe (E. Fiore) . A principal diferença entre os dois é que Fiore utiliza hipnose clássica (direta) procurando o "Insight" e Netherton utiliza hipnose indireta procurando a "Catarse".

Outros precursores que muito contribuíram com a TVP são: Roger Wooger, terapeuta americano da linha de Jung e Hans TenDam, terapeuta holandês.

TÉCNICAS BÁSICAS

Dr. Edison Flavio Martins e uma cliente
Dr. Edison e uma cliente

HIPNOSE - INSIGHT

As técnicas de hipnose podem ser agrupadas em: Hipnose tradicional e Hipnose Ericksoniana.
A grosso modo, podemos dizer que as técnicas de hipnose tradicionais, são mais autoritárias, exigindo do paciente uma atitude passiva em que o hipnotizador sugere de maneira autoritária os diversos passos da hipnose.

A Hipnose Ericksoniana, foi desenvolvida por Milton Erickson e não é autoritária. É muito sutil, deixando grande parte do processo sendo dirigido pelo paciente. É considerado o método mais apropriado para indução de hipnose para HR.

Geralmente as técnicas que utilizam hipnose, se importam apenas em conseguir um insight. Esta palavra tem o significado aproximado de compreensão instantânea. Os terapeutas dessa linha, como por exemplo, Brian Weiss, acham que o conhecimento do fato gerador do problema atual é suficiente para a cura.

HIPNOSE - CATÁRTICA

Desenvolvida pelo médico brasileiro Dr. Lívio Túlio Pincherle, considerava que para haver a cura, é necessário a Catarse. Esta palavra significa que o paciente necessita não apenas recordar o fato mas vivenciá-lo completamente, sentindo novamente as dores, emoções e sentimentos, até esgotar completamente aquela energia.

MORRIS NETHERTON - HIPNOSE INDIRETA

Dr. Edison Flavio MArtins e e Dr. Morris Netherton quando ele veio a sâo Paulo ministrar um seminário
Dr. Edison e Dr. Morris

PHD em Psicologia nos USA, trabalha em HR há mais de 30 anos. Submetendo-se a psicoterapia para resolver problemas pessoais, contou a sua terapeuta um sonho repetido em que se via morrendo afogado em um naufrágio. Em uma sessão de regressão, conseguiu ver o nome do navio e descobriu também seu próprio nome na época do naufrágio. Pesquisou nos arquivos americanos de navios naufragados e encontrou o nome do navio. Depois disso, aprofundou-se nos estudos de vidas passadas, desenvolvendo um método em 1967.
Para Morris Netherton, a parte principal da terapia está centrada em três fazes especiais do ciclo de vida:

  1. O PERÍODO da CONCEPÇÃO, GESTAÇÃO e NASCIMENTO

  2. O TRAUMA

  3. A MORTE

A grande maioria dos incidentes traumáticos encontrados em TR, se desenrolam em uma destas três fases.
As experiências das pessoas são abordadas em quatro níveis: Corpo Físico, Mental, Emocional e Espiritual.

As pessoas costumam representar um do seguintes papeis em suas vidas: o ALGOZ, também chamado de PERSEGUIDOR ou VITIMIZADOR, a VÍTIMA, o SALVADOR, e o OBSERVADOR, o quarto papel que todos nós precisamos nos esforçar para um dia atingí-lo.

TÉCNICA DE MORRIS NETHERTON - Hipnose Indireta Catártica.

  1. Definir a queixa do paciente e trabalhar apenas uma queixa por sessão. Usar a queixa como indução. É mais fácil quando o paciente tem um sintoma físico. Quando o sintoma é emocional, pedir para localizar o sentimento no corpo. Por exemplo, se a pessoa tem medo, e responde que o medo é sentido no coração, pode-se iniciar a sessão.

  2. Localizar a palavra chave, perguntando-se "qual a primeira palavra que lhe vem à mente quando você sente esta dor e esta emoção".

  3. Fazer ponte VERBAL, SOMÁTICA ou EMOCIONAL, de preferência as três.

  4. Localização do momento traumático com liberação das Emoções, Sintomas Físicos e Pensamentos - localizando as Decisões daquela vida passada e promover a Redecisão.

  5. MORTE - Localizar o momento da morte na vida passada e atravessá-lo.

  6. PÓS MORTE - Fazer neste momento a revisão da vida que acabou, quais as lições aprendidas, quais as relações encontradas entre aquela vida e a atual e descobrir o Plano de Vida para a próxima encarnação.

  7. CONCEPÇÃO - GESTAÇÃO e NASCIMENTO - localizar nesses períodos a porta de entrada das decisões adotadas no passado.

  8. PRIMEIRO MOMENTO AGRADÁVEL pós nascimento.

  9. MOMENTO PRESENTE - Após a sessão, levar o paciente a rever como os novos fatos influenciam sua vida agora.

HANS WOLFGANG TENDAM - HIPNOSE DIRETA E INDIRETA

Hans TenDam e Edison Flavio  Martins

Dr.Hans  e Dr. Edison

Psicoterapeuta. Pioneiro da GR na Holanda, possui grande experiência como terapeuta. Hoje se destaca por ser criativo, inovador e corajoso. Autor de diversas técnicas muito eficientes e descobridor de novas patologias curáveis apenas com TR. Dá cursos avançados de HR na Holanda, nos EUA e no Brasil onde já esteve várias vezes, tendo morado em nosso país por quatro anos. Fala português muito bem.

TÉCNICA DE HANS TENDAM

A Técnica utilizada por Hans TenDam, é muito semelhante a de Morris Netherton, porém, não passa obrigatoriamente pelo período gestacional, nascimento e parto.

Utiliza para indução as pontes: Verba (V), Imaginativa (I), Emocional (E) e Somática (S), cujas iniciais formam a palavra V.I.E.S.

Autor da Teoria da Repercussão Cármica (cada vida não integrada repercute numa vida futura do indivíduo), citada acima, divide essas repercussões em: Traumas, Pseudo-Obsessões, Obsessão, Hangover, Postulados de Caráter e Alienações.

  1. TRAUMAS - Um Trauma é algo bem definido. Como um ferimento. Como uma ferida física, sempre é bem localizada, assim também as feridas psicológicas devem ser precisamente localizadas. A Regressão visa: alcançar, reviver e liberar o período traumático.

  2. HANGOVER - Literalmente significa RESSACA ou SOBRA e é um fenômeno que explica porque, apesar de um tratamento aparentemente adequado, a cura não é atingida. O Hangover, provem de vidas anteriores nas quais se repetem longas fazes de monotonia, desesperança, não solução dos problemas e muitas vezes não existe morte trágica. Pode ocorrer no início, um trauma mas depois a vida se desenrola em Hangover. A pessoa relata em suas queixas um cansaço constante, um desanimo perene e freqüentes sintomas físicos de origem obscura.

    O tratamento do Hangover para ser bem sucedido, deve explorar várias vidas em que se constata o padrão de desesperança e identificar O MOMENTO DE ESCOLHA, ou seja a vida primeira onde ela concluiu e escolheu ser Vítima. É necessário que o cliente quebre a idéia de ser vítima. Só assim ele pode sair desse estado definitivamente.

  1. PSEUDO OBSESSÃO - Por Morte Incompleta - É a obsessão (também chamada de Possessão) pela personalidade de uma vida anterior do próprio paciente. É uma idéia fixa, um sentimento ou preocupação constante imposta a pessoa por uma parte sua do passado. A pessoa do passado, não conseguiu no momento da morte, ser liberada; ela não consegue integrar-se numa personalidade maior ou no eu superior. Quando a pessoa reencarna, traz consigo uma parte sua de seu passado. Esta parte esta "presa" dentro de seu corpo e lhe traz muitos problemas. Assume uma forma que fica presa na "Aura" da pessoa.

    O tratamento- consiste em levar a pessoa a atravessar o período da morte da personalidade anterior verificando com o paciente o que deve ser feito para liberá-la. Por exemplo, uma pessoa após a morte e saída do corpo físico, não se conforma com o fato de seu corpo não ter um sepultamento digno. Sugere-se que a personalidade atual, volte aquela situação e ajude a outra personalidade a efetuar todos o ritual de funeral para que a subpersonalidade se sinta liberta e satisfeita e se integre a personalidade atual.

  1. OBSESSÃO - Ocorre quando o indivíduo esta obsedado por uma personalidade estranha desencarnada ou encarnada. São as possessões que se encontram em sessões de centros espíritas. Influencia e interfere na vida da pessoa. Pode estar na Aura (Apego), no organismo (obsessão verdadeira) ou "ser" a pessoa (possessão).

    O tratamento consiste em pedir a pessoa que pergunte ao obsessor quando ele entrou e porque, usando então Exploração da Aura e Estados de Ego.

  1. POSTULADO DE CARÁTER - O postulado de caráter, consiste de uma norma de vida, geralmente irracional que a pessoa repete como um roteiro de vida. Por exemplo: "eu nunca vou conseguir alguém que me ame". Nesse caso, por mais provas de amor que se forneça a essa pessoa, ela vai continuar repetindo este "postulado". Para ela, isto é uma verdade incontestável. O paciente repete seu postulado, toda vez que se sente ameaçado, como para se proteger de uma situação em que tem medo do sofrimento.

    O Tratamento, consiste em localizar a vida passada em que o postulado ficou gravado e convencer a pessoa que aquilo pode ter sido verdade naquela situação em especial mas não pode ser generalizado para outras situações. Geralmente após a cura a pessoa diz "Ah! Agora entendo".

  1. ALIENAÇÃO - É a sensação geral experimentada pelo cliente de "não estar em casa", sentir-se um "forasteiro" ou um "estranho". A pessoa pode se sentir como se estivesse perdido nesse planeta. Na verdade pode mesmo ocorrer com almas que se encarnam na Terra pela primeira vez e nas regressões são trazidas lembranças de lugares muito exóticos e diferentes de nosso planeta.

    Dr. Roger Woolger

    O tratamento é a técnica de Homing que consiste em levar o cliente a um mundo onde ele se sentia em casa e ligar esse sentimento de lar ao aqui e agora.

Segundo a visão de Hans TenDam, as pessoas assumem em suas vidas os papeis de Vítima, Algoz, Observador, Salvador e Queixoso.

Como vimos, Hans TenDam, é realmente um inovador dentro da Terapia Regressiva e muito tem contribuído para o desenvolvimento desse novo tipo de abordagem terapêutica.

ROGER WOOLGER é outro conhecido terapeuta inglês radicado nos Estados Unidos que usa basicamente a técnica de Netherton e possui um estilo próprio, derivado de sua formação como analista junguiano. Tem um grande conhecimento sobre religiões comparadas e usa o conceito tibetano de "Bardo" para explorar amplamente o pós-morte. Não vamos descrever sua técnica devido a estas semelhanças.
Visite a página de seu centro de treinamento de terapeutas clicando no link de seu nome na lista das Associações abaixo.

OS PIONEIROS

São considerados "pioneiros" da TR os seguintes Terapeutas: Edith Fiori, Hazel M. Denning, Morris Netherton e Helen Wambach, dentre outros. No Brasil os pioneiros deste trabalho são: Lívio Túlio Pincherle, Michel Maluf, Dirce Barsottini, Elaine Gubeissi de Lucca, Maria Julia Prieto Peres, Ney Prieto Peres, Maria Teodora e Herminia Prado Godoy dentre outros.


COMPARAÇÃO ENTRE OS AUTORES PRINCIPAIS


Autores
Morris
Netherton
Hans
TenDam
Roger
J. Woolger
Indução
Usa principalmente a ponte verbal, fazendo o paciente repetir frases ou palavras 5 vezes.Pode usar também a ponte visual ou a somática.
Usa as pontes:  Verbal, Imaginativa, Emocional e Somática formando a palavra V.I.E.S.
Não usa uma técnica de indução específica. Faz uma história detalhada das queixas e utiliza qualquer coisa que se apresente para a indução como sintomas corporais (pressão sobre o local) imagens, emoções, etc. Semelhante a Hans TenDam.
Objetivo
Tratar um problema por vez.
Eficácia- Atingir o fim desejado.
Elegância - Ser rápido e ir pelo caminho mais curto para a cura.
Foco - Atenção concentrada em um assunto por sessão. 
Listar as queixas, frases ditas, emoções e reações exibidas durante o relato do paciente. Favorecer a catarse emocional, auto-compreensão e cura.
Fases da Terapia
Queixa - Indução - Localizar a palavra chave - Fazer ponte Verbal, Emocional e Somática - Momento traumático -Morte - Pós-morte - Concepção, Gestação e Nascimento - Primeiro momento feliz - Momento presente.
Entrada - Acesso - Indução - Revisão Catártica - Conclusão - Saída - Avaliação.
Catarse (Momento Traumático) - Morte - "Bardo"  (reconciliação) -  "Bardo" (revisão) - "Bardo" (Integração)
Papéis
Vitimizador - Vítima - Salvador - Observador.
Algoz - Vítima - Salvador - Observador e Queixoso.
Como Junguiano, procura o lado "Sombra"de nossa personalidade nas vidas passadas.
Concepção
Gestação
Nascimento
Considera incompleta a sessão que não passa por ela. Subdividiu a MPB-I em Momento da Concepção, Suspeita da gravidez, Confirmação da gravidez e Restante da gravidez. Alma entra no corpo no 6º mês e é inconsciente.
Só pesquisa este período se o paciente o levar a ele. Três tipos de População de acordo com o desenvolvimento espiritual. Escolha da Personalidade Raiz. A alma está encarnada apenas quando os três registros estão Completos (Etérico, Físico do Embrião e do Corpo Físico). Permanece inconsciente dentro do útero.
A criança já vem com os Sanskaras de vidas passadas e permanece em uma ruminação profunda com tudo que acontece à sua volta. Escolhe os pais por Ressonância cármica.
Morte e Pós-morte
A maneira como a pessoa morre na outra vida, determina a maneira como ela nasce em uma vida seguinte.  Morte e Nascimento são semelhantes. As pessoas não tem medo da morte mas sim, da dor.
Acha que é importante ao paciente saber que uma parte dele sobreviveu à morte, para modificar sua visão de mundo. 
Acha muito importante este momento. Explora principalmente este período nos traumas, subpersonalidades e postulados de caráter. No pós-morte, trabalha em nível energético para os acertos de conta entre vítima e algoz.
Considera muito importante o período intermissivo (Bardo). Para ele, a maioria dos Sanskaras traumáticos, são impressos no momento da morte Procura passar pela morte pela sensação de coisa acabada.

ASSOCIAÇÕES INTERNACIONAIS

  1. ABHR - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HIPNOTERAPIA REGRESSIVA -  ENDEREÇO - R. Danielle D'Annunzio, 1234 - Campo Belo - S. Paulo - SP.Tel.: (011) - (11)5531-4228.

  2. SBTVP - Sociedade Brasileira de Terapia de Vida Passada .

  3. CD-HPG - Centro de Difusão de Estudos da Consciência HPG S/C Ltda - Cursos de Terapeuta da Regressão e Terapeuta Da Consciência Multidimencional.
    ENDEREÇO - Rua Presidente Wenceslau, 857, Jd.Paineiras - Campinas - S.P. Tel/fax: ( 0XX19) 254-2204 ou (0XX19) 253-2263

  4. AAPLE - The Association for Alignment of Past Life Experience -  Fundada pelo Dr. Morris Netherton. Mantém convênio com a ABEP-TVP, para troca de conhecimentos entre os sócios.
    Endereço da AAPLE 2130 Huntington Drive, Suite 311 South Pasadena - California 91030 FONE: 001-818-4416184.

  5. WOOLGER INTERNATIONAL
    ENDEREÇOS

    19 Sunnyside Road Silver Spring, Maryland, USA 20910 (301) 589-1325 fax: (301) 589-1569 - email: woolger@earthnet.net
    Oxon OX14 4QW, England, UK FONE: 001-914-6797823/6491 FAX 01144 - 1865-47996.

  6. TENDAM MANAGEMENT CONSULTANCY
    ENDEREÇO - A Lutten Oever 2a, 7707 ps, Oud Avereest, Netherlands fone/fax: 0031-523-649 949. 

  7. APRT - The Association for Past-Life Research and Therapies - Associação Americana de TR., congrega profissionais que trabalham com TVP no mundo todo. Realizam anualmente duas conferencias, onde profissionais apresentam os seus trabalhos, pesquisas e técnicas. 
    Endereço da APRT : P.O. BOX 20151 -Riverside- California - 92516-0151 FONE: (909) 7841570 - FAX: (909) 7848440.

  8. I.B.R.T. - The International Board for Regression Therapy - an independent examining and certifying board for past life therapists, researchers, and training programs.
    ENDEREÇO - IBRT, 9091Beach Road, Canastota, NY 13032, or e-mail: freedman@dreamscape.com.

  9. Página de Ken Wilber  - Artigos traduzidos em Português sobre a Filosofia de Ken Wilber, considerado hoje o maior filósofo vivo e criador da Terapia do Espectro.
 

Mande-me um E-mail. 

HOME


Dr. Edison Flávio Martins é médico Urologista e Uropediatra, com Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) e Associação Médica Brasileira (AMB), ex-professor de Urologia nas Faculdades de Medicina de Santos e Bragança Paulista, Hipnólogo Clínico Pelo Instituto Milton H. Erickson (Hipnose Ericksoniana), Practitioner em Programação Neuro Linguística e Membro Certificado da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Terapia de Vivências Passadas (ABEP-TVP). Terminou sua especialização em Psicoterapia Regressiva através de um curso com a duração de 2 anos no Centro de Difusão Científica e Tecnológica "Hermínia Prado Godoy" (CDCT-HPG) em 1998. Reside e trabalha em São José dos Campos - SP.

 

RUA GUILHERME DE ALMEIDA, 60 J. MARINGÁ – SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SP – CEP: 12.245-100

TEL. (12) 3941-2623.